Notícias

Em Live, instituições apresentam a Agenda Universidades e Amazônia

27/11/2020
Por  ANEC Comunicação

Ser um instrumento de planejamento participativo para mobilizar as Instituições de Ensino Superior na pauta socioambiental proposta pela Laudato Si’ é o objetivo da Agenda Universidades e Amazônia, proposta realizada por uma série de organizações eclesiais e de educação, que foi apresentada na manhã desta sexta-feira (27) por meio de uma Live. Além da apresentação da Agenda, na pauta esteve a partilha dos passos dados até aqui e encaminhamentos para adesão de outras IES ao projeto.

Na abertura da Live o Andrés Barba, da Associação das Universidades Católicas da América Latina e do Caribe, apresentou um panorama da organização e de suas ações. Em seguida, Ir. Maria Irene Lopes, secretária executiva da REPAM-Brasil fez a acolhida aos presentes no evento e deu início a apresentação da agenda.

Joaquim Alberto Andrade, coordenador de pastoralidade da União Brasileira de Educação Católica, fez uma memória do processo de constituição da Agenda e de como ela está organizada hoje. Ele lembrou em sua fala que a Agenda Universidades e Amazônia é uma pauta da Igreja do Brasil, organizado inicialmente por duas comissões da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil/CNBB, a Comissão Episcopal para a Amazônia e a Comissão Episcopal para a Cultura e Educação. “E aí os outros organismos e instituições da Igreja e outras instituições educacionais que estão organizadas na sociedade brasileira vão se aproximar desta pauta se comprometendo com esta agenda”, destacou.

Seis dimensões estruturam a pauta socioambiental para as universidades na Agenda: ensino, pesquisa, extensão, professores e colaboradores, comunidade e pastoral. “Para cada uma dessas dimensões nós temos um objetivo e algumas recomendações”, explicou Rodrigo Fadul, membro do Observatório de Evangelização da PUC-PR, sobre o documento que estrutura a proposta da Agenda.

Para acessar o documento da Agenda Universidades e Amazônia, clique aqui.

Para Dom Erwin Krautler, presidente da REPAM-Brasil, que esteve na live direto do Xingu, falou da importância do projeto para a Amazônia e de como as universidades podem se comprometer pelo bem da casa comum e fez um apelo: “Eu peço pelo amor de Deus e pelo amor de seus filhos e netos, vamos lutar para que a Amazônia seja salva”.

Um hotsite da Agenda Universidades e Amazônia foi estruturado. Informações, documentos e o processo para adesão das universidades ao projeto podem ser encontrados no endereço. Basta acessar:  repam.org.br/universidades


Leituras relacionadas

Remodal