Notícias

ANEC assina acordo de cooperação com Ministério da Educação

07/11/2019
Por  Verlindo

 

A Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), por meio da sua vice-presidente, Irmã Adair Sberga, participou nesta quarta-feira (06), na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) em Brasília, da cerimônia de lançamento do Programa Educação em Prática.

O programa é uma iniciativa do Ministério da Educação, que tem por finalidade aliar o ensino à prática na educação básica. Para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o principal objetivo do projeto é levar o jovem para dentro do ambiente acadêmico, tornando estes estudantes protagonistas de sua jornada escolar. As diretrizes do Programa Educação em Prática, foram apresentadas pelo secretário de Educação Básica do MEC, Janio Macedo.

Na ocasião a representante da ANEC, Irmã Adair Sberga, assinou o protocolo de acordo de cooperação com o MEC, juntamente com os representantes das associações dos segmentos de ensino superior. Segundo ela, a ANEC acredita que as IES Superior Católicas tem um papel social extremamente importante no que se refere a oportunizar a educação de qualidade.

A ANEC acredita, que esse programa possa ser um dos caminhos que vai trazer melhores condições para qualificar o ensino médio, no que se refere aos seus itinerários formativos, além de contribuir para o protagonismo do estudante na hora da escolha de sua área de formação profissional.

Participaram ainda da cerimônia as Gerentes da Câmara de Educação Básica da ANEC, Professora Roberta Guedes; e da Câmara de Educação Superior, Fabiana Deflon.

Sobre o Programa:

O Programa Educação em Prática tem como finalidade induzir a diversificação do currículo e a ampliação, com qualidade, da jornada escolar, bem como a melhoria do processo de ensino e aprendizagem escolar. O protocolo firmado vai gerar a cooperação entre as redes de ensino e as Instituições de Ensino Superior, que deverão proporcionar a alunos do 6° ao 9º ano do ensino fundamental e do 1° ao 3º ano do ensino médio a vivência de experiências acadêmicas no ensino superior, por meio do acesso a atividades educacionais alinhadas com seus itinerários formativos.

Proporcionando assim aos alunos dos cursos de Pedagogia e Licenciaturas a experiência prática através de estágio supervisionado nas escolas das redes de ensino conveniadas. Além disso, as universidades que abraçarem essa iniciativa poderão ter um bônus na avaliação institucional realizada pelo MEC, por meio do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (SINAES).

 

Fonte: Texto de Fernando Pinto e fotos de Fernando Pinto e Gabriel Jabur MEC

 


Leituras relacionadas

Remodal