Notícias

Ensino Domiciliar no DF é tema de reunião com Deputado

31/07/2020
Por  ANEC Comunicação

A Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) se reuniu no dia 30 de julho com o Deputado Distrital e Vice-Presidente da Câmara Legislativa do DF Rodrigo Delmasso, e sua assessora Coronel Solange Ribeiro, para tratar da proposta de criação do sistema denominado homeschooling – ensino domiciliar. A proposta foi entregue pelo Governador do Distrito Federal e, por isso, já tramita em regime de urgência. Atualmente a proposta está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Legislativa do DF.

Participaram da reunião um Comitê dos Diretores do Distrito Federal, representada pelas direções dos colégios Escola Fátima, Sagrada Família, La Salistas, Maristas, a Presidente do Fórum Nacional de Educação (FNE) Esther Carvalho. Representaram a ANEC o Secretário Executivo James Pinheiro, a assessoria jurídica Hugo J Sarubby Cysneiros, a Gerente da Câmara de Educação Básica Roberta Guedes e a Gerente de Comunicação Natália Ribeiro. 

 A ANEC se posicionou contrária a aprovação da proposta da criação do sistema homeschooling no Distrito Federal . Dentro os argumentos apresentados, a Associação destacou o valor da socialização na formação de cidadãos. Afinal, é em comunidade que o ser humano é formado, confrontado, tem a capacidade de ampliar a visão de mundo e é capaz de compreender as necessidades alheias. Além disso, o grupo presente na reunião aproveitou para apontar que, por meio da convivência com o outro é possível que sejam desenvolvidas as habilidades e competências sócio emocionais, requeridas para o sucesso pessoal e social dos estudantes. Neste sentido, a escola é o espaço privilegiado de construção de oportunidades igualitárias para novas aprendizagens e relações. 

Na oportunidade, a ANEC, os Diretores do DF e a presidente do FNE, destacaram que o processo educacional, de formação de um cidadão é uma ação recíproca, simultânea e de cumplicidade entre família, escola e nação. “Formamos cidadãos para viverem em

sociedade e para que convivam de forma fraterna e solidária em todos os espaços. Assim, escola, família, igreja e demais instituições contribuem com a formação integral do ser humano e, como pedido pelo Papa Francisco, precisamos construir um pacto global pela educação. Privar as infâncias e juventudes das instituições educacionais é retirar deles a possibilidade de serem testemunho de sua fé e de seus valores no ambiente escolar”, destacou Roberta Guedes. 

O Deputado Rodrigo Delmasso reconheceu a importância da escola na formação do indivíduo. Afinal, segundo ele, é todo o conjunto, família e escola, que formará seres humanos com uma visão de comunidade. Além disso, o Deputado destacou a importância da figura do professor na vida do estudante. De acordo com ele, o ensino domiciliar ignoraria todo empenho da atuação do professor na vida de um jovem, tanto para formação de suas competências cognitivas, mas principalmente de suas emoções. Neste momento, Delmasso aproveitou para se comprometer a discutir, por meio de audiências públicas na CLDF, o assunto.O Deputado também afirmou que encaminhará ao GDF um pedido de retirada da proposta. 

 


Leituras relacionadas

Remodal